Bom dia! - sexta, 20 de outubro de 2017
Secretário de Saúde esclarece a população sobre a real situação do Hospital de Monte Santo Notícias
03/10
às 12:19
2017
Secretário de Saúde esclarece a população sobre a real situação do Hospital de Monte Santo
Entenda tudo que ocorreu desde a demolição do Hospital Municipal Monsenhor Berenguer de Monte Santo durante a antiga Gestão.



CARTA ABERTA À POPULAÇÃO DE MONTE SANTO

Em resposta ao pronunciamento do parlamentar João Carlos Bacelar Filho, Deputado federal, recentemente veiculado nas redes sociais prestando entrevista ao lado do ex-Prefeito de Monte Santo, Jorge Andrade, venho na condição de atual secretario de saúde de Monte Santo prestar alguns esclarecimentos à população da minha cidade. A entrevista teve como pauta a reforma do Hospital Municipal Monsenhor Berenguer e a nítida tentativa de macular a imagem do atual prefeito Vando, reconhecido pela sua capacidade administrativa e pelo trabalho desenvolvido no setor da saúde. Embora os ataques direcionados à pessoa do prefeito Vando tenham clara intenção politiqueira com implantação de inverdades para confundir a opinião das pessoas mais humildes do nosso município, sinto-me também atacado solidariamente como gestor municipal da Saúde, e por esta razão não poderia me privar de tecer algumas considerações importantes que contextualizam a forma como conduzimos a saúde em Monte Santo, antes de esclarecer o tema.

Foto: Reunião do secretario e sua equipe na DIVISA


Como filho desta terra, como jovem idealista, como conhecedor da realidade que assola nossa gente e como alguém que valoriza muito a família jamais permitirei que minha imagem seja associada a qualquer forma de armação politica ou qualquer ato de irresponsabilidade com a vidas das pessoas de Monte Santo. Não seria exagero afirmar que mais da metade do povo de Monte Santo tenha comigo algum laço de parentesco ou afinidade familiar. Sendo assim, considero todos os dias estar fazendo uma gestão de saúde para amigos e familiares e não posso permitir que um parlamentar vindo da capital do Estado, ligado a área da construção civil, que não conhece nem de longe a dura realidade de como vive nosso povo, vir a publico se dizer representante da nossa região e aplaudir os atos de irresponsabilidade da gestão passada que resultou em desassistência criminosa de uma população que depende do SUS como única alternativa de assistência a saúde em quase sua totalidade, vindo a cometer talvez a maior gafe de toda a sua trajetória política tentando “ensinar o pai nosso ao vigário”.

Quero dizer ao Sr Deputado Joao Bacelar e a toda população de Monte Santo que não há espaço para amadorismo no setor publico, muito menos na Saúde Pública. Há 10 anos deixei minha cidade para me dedicar ao estudo e ao ensino da Saúde Pública, graduei-me pela Universidade do Estado da Bahia, ingressei no mestrado e posteriormente no doutorado em Saúde Publica pela Fundação Oswaldo Cruz, chegando a exercer a carreira docente na Universidade Federal da Bahia, sempre tendo a população de Monte Santo como campo principal de estudo, compondo quadro de pesquisadores da UFBA que há mais de 10 anos estudam doenças raras em Monte Santo, publicando artigos científicos em renomadas revistas nacionais e internacionais. Ao receber a honra do convite para assumir a pasta tive que optar entre a carreira técnico-científica e servir a Monte Santo integralmente. Essa não foi uma decisão difícil, primeiro pelo desejo intrínseco de transformar minha cidade, segundo por ser hoje Vando o novo chefe do poder executivo, por confiar no seu compromisso com a cidade, com as pessoas humildes, com o homem do campo e pelo seu legado e conhecimento administrativo. Repito, não há espaço para amadorismo do setor publico.

Isto posto, contextualizada a essência desta nossa gestão, a discussão agora é técnica, não é sobre quem iniciou essa ou aquela obra, esse jogo deixarei para políticos oportunistas como aqueles que deram o ar da graça no citado vídeo e em outras entrevistas similares. A discussão deve ser sobre o que realmente foi feito, o que não foi feito e o que está sendo feito, respaldado em provas. Nestes dez meses de governo, poucas vezes me senti provocado ou incitado a me pronunciar, nunca fui citado nominalmente e acredito que isto seja fruto da confiança adquirida e do respeito com o qual trato as pessoas, sejam elas oposição ou situação. Não cultivo e nem pretendo herdar o ódio ou inimizades partidários, mas como diria minha avó “o mal deve ser cortado pela raiz”. Já estive indignado algumas vezes, mas pela discrição e senso de humanidade optei por ignorá-los: presencie a exploração da dor alheia através da divulgação de falsa conquista de UTI-aérea para paciente grave, estando com provas dessa inverdade gravadas na tela do meu celular; presenciei a antiga gestora da saúde acompanhar o ex-prefeito, em entrevista, e desta forma compactuar com a divulgação de falsas informações acerca da reforma do hospital, sendo conhecedora dos atos praticados, lavrados em ata. Todavia até aqui, eram apenas atos de um grupo político com práticas já bem conhecidas pela população e de competências técnicas testadas e reprovadas, e por isso pronunciar-me era desnecessário. No entanto, agora um Deputado Federal vem a publico tentar dar ares de verdade às mentiras e camuflar a responsabilidade do ex-prefeito Jorge Andrade sobre a situação em que se encontra nosso Hospital, demonstrando ainda seu total desconhecimento sobre o funcionamento normativo das unidades de saúde e de seus órgãos fiscalizadores, o que é lamentável.

Em função disso, comunico à população de Monte Santo, que além de apresentar as informações ao Conselho Municipal de Saúde como venho fazendo será disponibilizado para vista pública toda documentação relacionado ao tema, incluindo diligencias dos órgãos de controle e extratos bancários. Esclareço que os motivos pelos quais permanecem paralisadas as obras do Hospital Municipal não diz respeito à incapacidade política do prefeito Vando para “destravar o dinheiro”, como diz o deputado na entrevista, aliás, em tempo de operação lava jato uma afirmação como essa poderia inclusive denotar práticas criminosas, como aquelas incumbidas ao Ex-Ministro Geddel Viera Lima acusado de tráfico de influência pelo ex-ministro da Cultura Marcelo Calero após tentativa de “destravar” a obra de uma construtora junto ao IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), que, aliás, é um dos órgãos que não havia autorizado o início das obras do nosso hospital, por trata-se de um patrimônio histórico nacional. 

A fatídica afirmação do Deputado João Bacelar é suficiente prova de que a tentativa da entrevista não passa de jogatela política, deixando claro que os entrevistados reconheciam os impedimentos legais para que esta obra fosse iniciada. Digo iniciada, pois para todos os efeitos ela sequer foi iniciada, dado que nenhum órgão de controle autorizou seu início, nenhum dinheiro público foi liberado para a obra e nenhum dinheiro público foi empregado na obra. A empresa que ganhou a licitação da obra não teve sequer seu contrato prorrogado a tempo de executar e receber pelo serviço. Ora, se o dinheiro como menciona o ilustre deputado está travado, significa que algo está irregular, se a obra era irregular e o dinheiro estava travado há anos tendo passado por diversos Ministros de Saúde como mencionou, onde estava a capacidade de articulação política para “destravar” o dinheiro durante a gestão passada? Se nem havia dinheiro liberado e nem regularidade na obra porque o ex-prefeito Jorge Andrade e sua equipe decidiu demolir o hospital a todo custo? Não seria um crime de responsabilidade e atendado ao patrimônio e à saúde da população de Monte Santo? Se o Sr Deputado João Bacelar e o ex-prefeito Jorge Andrade não sabiam, esclarecerei: a Diretoria de Vigilancia Sanitária do Estado da Bahia (DIVISA) em outubro de 2016 proferiu seu primeiro parecer sobre a obra indeferindo a execução do projeto arquitetônico do Hospital e elencando 63 questionamentos a serem observados em novo projeto com devidas adequações, no entanto, além de não terem sido cumpridas as adequações o nosso patrimônio já havia sido demolido às pressas muito antes, na mesma época em que se inaugurava uma UPA também de forma desordenada e desconforme. 

Qual teria sido a motivação? Porque desativar o hospital completamente e não por partes como todo gestor sensato o faria? Teria sido a necessidade de usar os mesmos equipamentos e o mesmo quadro de pessoal para inaugurar a UPA? Teria sido um crime premeditado com finalidade eleitoreira enquanto toda a população sofre com a desassistência? São perguntas que eu não tenho condições de responder, mas posso dizer o que está sendo feito.

Recebemos um hospital demolido, uma UPA sem médico e sem RX, uma cidade sem governo. Contamos hoje com uma equipe composta por 34 médicos e mais de 50 outros profissionais de saúde, especialistas na área de ortopedia, neurologia, pediatria, ginecologia, otorrinolaringologia, gastroenterologia, cardiologia, urologia, obstetrícia, psiquiatria, fonoaudiologia, endocrinologista, fisioterapia, nutrição, psicologia e assistência social. Ampliamos o quadro de enfermagem e odontologia. Implantamos a ultrassonografia de urgência 24h, serviço de audiometria e teste da orelhinha, eletrocardiograma, laboratório. Implantamos o serviço de obstetrícia e cirurgia de urgência 24h por dia. Qualificamos a campanha de Glaucoma e Catarata. Equipamos a equipe de combate às endemias, como dengue e chagas. Retomamos e/ou ampliamos a vacinação humana e de cães e gatos, além de abastecer os postos de saúde com medicação, serviços já ausentes há mais de um ano no município. Alugamos, equipamos e mantemos uma casa de apoio de alto padrão na capital do Estado. Encaminhamos e aprovamos diversos projetos que beneficiarão a população de Monte Santo: conquistamos uma nova ambulância, seremos contemplados com um ônibus e dois micro-ônibus, 03 novas ambulâncias de suporte básico e uma ambulância UTI padrão SAMU, equipamentos de eletroencefalograma e raio X digital, serão ainda implantados dois polos de referencia regional em Monte Santo, o Centro Especializado de Reabilitação e Centro de Atenção Especializada em Doenças Raras (com exames, consultas, tratamento e próteses), além do laboratório de prótese dentária. Todos estes serviços fruto do trabalho sério e árduo desta gestão. No que diz respeito ao Hospital Municipal, após diversas passagens pela DIVISA discutindo as adequações do projeto do hospital, o novo projeto já está pronto, protocolado e aguardando o deferimento para inicio de uma obra que permita segurança para a vida e garantia de tratamento digno à população de Monte Santo e região circunvizinha, algo que seja aprovado e atestado pela vigilância sanitária. Assim, concluo agradecendo ao Sr Deputado João Bacelar pela oportunidade de mostrar a população de Monte Santo o que faz um governo que se preocupa com seu povo, remediando a incompetência alheia e conquistando avanços para a região, assim receber o vídeo foi um momento de muita indignação, mas também oportunidade ímpar. Obrigado.


Monte Santo, 03 de outubro de 2017
Daniel Sann Dias da Silva – Secretário de Saúde





Fonte: Secretaria de Saúde de Monte Santo

Equipe: MonteSanto.net
Leia Também:
DANIEL DANTAS FOTOGRAFO
UM OLHAR UM CLICK UM REGISTRO PRA TODA VIDA
MONTE SANTO BA
Tel 75 991116222
DANIEL DANTAS FOTOGRAFO
BAR DO EDMUNDO
MELHOR POINT DA CIDADE
RUA FERNANDES DE ALMEIDA ALTO DO SÃO FRANCISCO MONTE SANTO -BA
Tel (75) 9161-0938
FARMACIA PHARMAVIDA
DISK REMÉDIO
Tel
R.M GRVAÇÕES
WWW.RMSOM.COM - O site da Galera
ramonmourapv@hotmail.com
Tel (75) 9948-2861
R.M GRVAÇÕES
AUTO POSTO PÉ DE SERRA
ABERTO 24 HORAS
SAIDA PARA EUCLIDES DA CUNHA PRÓXIMO AO CONTORNO
Tel
LAN HOUSE PONTO DO ACESSO
O SEU PONTO DE ENCONTRO
RUA MONSENHOR JOSE DIAS
Tel (75) 9171-7363
NOBRE
MÓVEIS E ELETRO COM CRÉDITO FACIL
AV. LUIZ EDUARDO MAGALHÃES
Tel
Tolentino material de construção
Tudo para sua construção
Praça Monsenhor Berenguer
Tel (75) 32751254
Tolentino material de construção
Dellano Moto Peças
O Seu Caminho Seguro
Rua Coronel Caldas S/n
Tel (75)32751731
Dellano Moto Peças
MONTE SANTO EVENTOS
Tel (75)99111-6222
Emy's Presentes
Você Em Primeiro Lugar
Av : Luiz Eduardo Magalhães Nº 77 centro
Tel (75)32751653
UNINTER
O FUTURO A GENTE FA AGORA
RUA DEMOSTENES BARRETO COLÉGIO EMERENCIANO
Tel (75) 3275-1437/(74)99335-5517
FASB
Faculdade Do Sertão Baiano
Av. Antônio Carlos Magalhães, nº 12 - Centro -
Tel 75 3275-1022
IT´S ENGLISHH
Rua Hélcio Cardoso de Matos
Tel 75 99144 4372