Boa noite! - segunda, 27 de janeiro de 2020
Criminoso Encontrado Notícias
22/03
às 14:09
2010
Criminoso Encontrado
polícia encontra matricida

CHEGA AO FIM CAÇADA AO MATRICIDA DE UAUÁ - Por volta de 11h00 desta quinta-feira, após quase cinco dias de caçada a José Gilmar Nascimento dos Santos, um jovem de 25 anos, que matou e decapitou a própria mãe, Maria Lúcia Nascimento, 55 anos, na manhã do último domingo, na localidade de Lagoa do Marí, meio rural do Município de Uauá-BA, finalmente, aconteceu o que já era esperado pela população: o matricida foi morto pela polícia, após resistir à voz de prisão e atentar contra a vida de um policial, agredindo-o a golpe de facão, segundo informou a própria polícia. Desde que matou e decepou a cabeça da própria mãe, José Gilmar fugiu levando consigo a parte do corpo da genitora, separado a golpes de foice. Depois de várias buscas, na última terça-feira, a polícia encontrou a cabeça em um local não muito distante da casa onde aconteceu a tragédia. O achado despertou nos policiais, a suspeição de que o assassino não estava muito distante do local, haja vista terem os policiais vasculhado, anteriormente, a área onde foi encontrada a cabeça. Uma nova estratégia de caça ao criminoso foi desenvolvida e o mesmo foi localizado, porém, não se entregou. Mesmo depois de ter sido baleado em uma das pernas, José Gilmar conseguiu adentrar pela caatinga, deixando pelo caminho suas vestimentas rasgadas por macambiras, cactus e xique-xique. Nu, pés descalços e com fome, o fugitivo não resistiria, por muito tempo, a forte investida policial contra ele. O medo tomou conta das famílias residentes na região, pois existia a ameaça de José Gilmar voltar para assassinar os demais membros da família. Há informação de que algumas familias haviam se unido em vigília noturna, como prevenção contra um possível ataque do assassino. Uma grande ofensiva que contou com a participação de 12 policiais do batalhão de Sr. do Bonfim, policias civis de Uauá, Monte Santo e outras cidades da região, comandados pelo delegado Felipe Neri - coordenador de polícia, CPAC (Cia. de Polícia de Ação em Caatinga), polícia militar de Uauá e outras cidades, além de moradores da região que davam buscas montados a cavalo, na tentativa de localizar o criminoso, o que aconteceu hoje. Segundo Paraiba, agente policial da delegacia de Uauá, José Gilmar estava armado de um facão e um pedaço de pau e investiu contra um dos policiais, quando foi ferido por um disparo de arma de fogo, que o atingiu entre o estômago e o tórax, fatal. Terminava, ali, quase cinco dias de medo e terror no sertão do Conselheiro. O corpo de José Gilmar foi levado para a Depol de Uauá, e posteriormente encaminhado ao IML de Juazeiro, para necropsia. Quando a notícia da morte de José Gilmar se espalhou pela cidade, centenas de pessoas acorreram para a frente da delegacia de polícia, na tentativa de ver de perto aquele que deixou em polvorosa uma população inteira e havia cometido um dos mais bárbaros crimes da região. Um detalhe deixou curioso quem viu o corpo do assassino: não havia sinais de arranhões pelo corpo ou ferimentos nos pés do morto, fato incomum para quem anda pela caatinga, principalmente, nu e pés descalços. O pedido do pai de José Gilmar, para que o filho fosse entregue vivo à polícia, em caso de localização e prisão do filho, não foi atendido. A família pretendia submetê-lo a um tratamento contra as drogas, já que o mesmo era viciado em crack e apresentava crises psicóticas, quando residia em São Paulo, de onde foi trazido pela mãe para Uauá, ao tomar conhecimento sobre o estado de saúde mental do filho. Um empréstimo financeiro havia sido feito por Maria Lúcia Nascimento para ir a São Paulo buscar o filho que, por ironia do destino, tirou-lhe a vida e, com golpes de foice, decapitou-a, além de fugir levando consigo a cabeça de quem lhe deu à luz. Enquanto a família vive momento de tragédia, a população do município está aliviada com o fim, mesmo que sinistro, de um drama real que atormentou a simpática e alegre cidade de Uauá, capital do bode, das boas festas juninas, de poetas, seresteiros, bons músicos e umbus deliciosos. O fim de um viciado em crack não poderia ser diferente. Infelizmente.

 

 

Fonte: Umbuzada.com / Fotos: Ferinha Francisco / euclidesdacunha.com

 


-------

Notícia anterior

-----------------------
Policiais civis de Uauá, comandados pelo delegado de Monte Santo, continuam na caçada ao matricida José Gilmar Nascimento dos Santos, que na manhã deste domingo, 21, depois de cometer o homicídio, fugiu do local levando consigo a cabeça da vítima, Maria Lúcia Nascimento,56, separada do corpo por golpes de foice. O autor do terrível crime residia em São Paulo, quando a família foi comunicada sobre a mudança de comportamento do rapaz, que passou a revelar ser portador de perturbações mentais. Há poucas semanas, a família o trouxe de volta para junto dos pais, na localidade de Lagoa do Marí, proximidade da divisa com Canudos, local do bárbaro crime.
Policiais civis e militares de Uauá, município do Nordeste da Bahia, Microrregião de Euclides da Cunha, estão empenhados na captura de José Gilmar Nascimento do Santos, que por volta de 07h00, da manhã deste domingo,21, matou e decapitou a própria mãe, dona Maria Lúcia Nascimento, 56. Segundo informações dos agentes Genilson Gomes e Paraiba, a tragédia aconteceu na residência da família, na localidade de Lagoa do Marí. O autor do crime, que residia em São Paulo, foi trazido de volta para o seio familiar, depois que os pais tomaram conhecimento de que o filho estaria sofrendo de problemas mentais. Na manhã deste domingo, José Gilmar agrediu a mãe batendo-lhe no rosto com um cabo de foice. Joel dos Santos, 60, pai do agressor, foi em socorro da esposa, e também foi agredido, porém, sem sofrer lesões consideráveis. Um outro filho tentou retirar Maria Lúcia do local e escondê-la. A tentativa de proteger a mãe não deu certo, pois o agressor voltou-se contra o irmão e tentou atingí-lo também. Para escapar dos golpes, saiu correndo e disso se aproveitou o assassino para tirar a vida de sua genitora e depois decapitá-la, para em seguida fugir, carregando consigo, a cabeça da vítima. As polícias civil e militar estão em diligência na tentativa de capturar o matricida. O crime bárbaro deixou a população consternada e assustou até policiais acostumados aos mais diversos tipos de crime. À noite, as buscas ao assassino foram suspensas e na manhã desta segunda-feira, serão retomadas.

Fonte : Euclidesdacunha.com



Equipe: MonteSanto.net
Leia Também:
Emy's Presentes
Você Em Primeiro Lugar
Av : Luiz Eduardo Magalhães Nº 77 centro
Tel (75)32751653
BAR DO EDMUNDO
MELHOR POINT DA CIDADE
RUA FERNANDES DE ALMEIDA ALTO DO SÃO FRANCISCO MONTE SANTO -BA
Tel (75) 9161-0938
MONTE SANTO EVENTOS
Tel (75)99111-6222
DANIEL DANTAS FOTOGRAFO
UM OLHAR UM CLICK UM REGISTRO PRA TODA VIDA
MONTE SANTO BA
Tel 75 991116222
DANIEL DANTAS FOTOGRAFO
PIZZARIA PEPPERONI
RUA ANTÔNIO PINHEIRO
Tel (75) 99152-7797 / (75) 98120-5094 / (75) 99232-631
R.A AUTO PEÇAS
Av Walter Caldas n644 centro Monte Sannto
Tel 3275-1069
NOBRE
MÓVEIS E ELETRO COM CRÉDITO FACIL
AV. LUIZ EDUARDO MAGALHÃES
Tel
DAN EVENTOS
COBERTURA DE FESTAS
MONTE SANTO
Tel 7591116222
R.M GRVAÇÕES
WWW.RMSOM.COM - O site da Galera
ramonmourapv@hotmail.com
Tel (75) 9948-2861
R.M GRVAÇÕES